26 de jul de 2011

A cafeína é bom para os atletas que treina para força


Durante séries longas, onde se procura obter uma grande congestão nos seus gémeos e ou antebraços e também nos exercícios onde pode perder o agarre devido a ter de segurar em pesos pesados durante bastante tempo, a dor é um factor limitante. Mas uma dose baixa de cafeína pode ajudar neste aspecto.

A cafeína aumenta o metabolismo de forma ligeira. Aumenta a produção de estimulantes naturais como a adrenalina e a noradrenalina, e torna as células mais sensíveis a estas. O que é menos conhecido é que a cafeína também possui um efeito analgésico indirecto. Pelo menos nos atletas, a cafeína aumenta a produção de beta-endorfina, um analgésico natural.

Um estudo realizado por investigadores da Universidade de Yale em 2000 demonstrou este efeito em jovens atletas em forma, que receberam uma dose bastante elevada de cafeína: 6 mg por kg de peso corporal. Se você pesa 80 kg, então, isso equivale a 480 mg. Uma hora e meia após a ingestão os homens pedalaram por 2 horas a 65 por cento de seu VO2 máximo – que é uma velocidade tão rápida que você não conseguiria conversar e pedalar ao mesmo tempo de forma confortável.

Os pesquisadores descobriram que o estimulante potenciou a produção de beta-endorfina.


Tabela 1

Com base do estudo mais antigo, você esperaria que a cafeína também iria ajudar a reduzir a dor dos atletas de força durante o treino. Então, eles deram 5 homens e 5 mulheres pastilha elástica contendo 100 mg de cafeína, que é absorvida rapidamente. Os pesquisadores usaram um produto que está presente no mercado dos EUA: Stay Alert.

Os investigadores não calcularam a ingestão diária normal de cafeína. Mas de acordo com pesquisas recentes isso não é um factor que influencie o efeito analgésico da cafeína durante as sessões de desporto.

Os investigadores colocaram os voluntários do estudo em pé e a segurar os pesos com os braços estendidos, até que foram perdendo a força de forma gradual. Eles tinham de tentar segurar os pesos durante o máximo de tempo possível. Os pesquisadores repetiram a experiência duas vezes. Numa ocasião, os sujeitos mastigaram a pastilha de cafeína, e na outra não. A figura abaixo mostra a quantidade de dor que os voluntários afirmaram sentir.

Tabela 2

Quando não estavam a mascar a pastilha de cafeína, os voluntários largaram o peso após 100 segundos, quando eles mascaram a pastilha, largaram o peso após 105 segundos. No entanto, a diferença não foi significativa. O número de indivíduos do teste era muito pequeno e seus níveis de força muscular também eram muito díspares.

Os investigadores concluíram:

“Muitas actividades que implicam força e resistência requerem que agarre um objecto como uma barra olímpica, kettle bell, ou outro tipo de equipamento por um determinado número de repetições. Os resultados deste estudo sugerem que pequenas quantidades de cafeína podem reduzir o desconforto associado ao agarre de um objecto à medida que os pequenos músculos do antebraço começam a ficar fatigados.”

Referência! /Fonte

0 comentários:

Postar um comentário

Online Users
Central Blogs
Top Sports blogs

Redes Sociais

Twitter Facebook Delicious Digg Stumbleupon Favorites