21 de mai de 2011

Engordamos com o inverno?



Recentemente, recebi um email de um cliente que perguntou: “Tom, existe alguma evidência de que durante o tempo frio de inverno se torne mais difícil perder gordura corporal? Para mim, parece mais fácil perder gordura durante o tempo quente.”

Primeiro, há a explicação psicológica: em climas quentes, as pessoas vestem menos roupa e desfrutam mais do ar livre. E as pessoas querem ter uma boa aparência quando mostram mais o corpo! Quando está frio...

você mantém-se coberto, por isso existe menos auto-consciência e não é julgado pelo público. Portanto, a maioria das pessoas tendem a permanecer numa dieta mais diligência e a treinar com mais intensidade á medida que o verão se aproxima.

transtorno afectivo sazonal (SAD) tem sido extensivamente estudado por psicólogos. É muitas vezes mais do que apenas a “tristeza de inverno”, mas um tipo real de depressão, O SAD ocorre durante os dias curtos e as noites longas do Inverno e Outono, quando há menos luz solar e temperaturas mais frias. Os sintomas incluem: depressão, vontade de comer alimentos específicos, perda de esperança, da energia e sonolência. Obviamente, estes tipos de sintomas podem contribuir para o ganho de peso.

Devido á tendência para o ganho de peso no Outono e Inverno, , muitas pessoas suspeitam que as temperaturas frias influenciem o ganho de peso a nível metabólico, e não apenas a nível de apetite. A exposição ao frio pode causar um aumento da termogénesis, que significa que existe um aumento do metabolismo para produzir mais calor (produção de calor = calorias queimadas).

No entanto, se acabou de ter a brilhante ideia de desligar o aquecimento da sua casa, ou de dar uns mergulhos na água fria todos os dias para “queimar mais gordura”, eu não recomendo. A exposição deliberada ao frio, com ar frio ou água fria não proporciona resultados no mundo real, mesmo que existam “gurus da perda de gordura”, que recomendem isso.

Se o seu corpo usar alguma energia extra para manutenção ou aumento da temperatura corporal, pode mais tarde compensar a perda de energia através do aumento do seu apetite. E não é só isso, uma investigação do programa de adapatação ambiental hiperbárico do Naval Medical Research Institute em Bethesda Maryland reportou que, “A combinação do exercício e exposição ao frio, não actua no aumento do metabolismo da gordura… A vasoconstrição induzida pelo tecido adiposo periférico pode ser responsável em parte, pela diminuição da mobilização da gordura.

Simplesmente não é prático congelar o seu rabo numa tentativa de acelerar o seu metabolismo um pouco, por isso, o seu esquema de perda de gordura não iria durar muito se tentasse.

Um grande exemplo de como as temperaturas frias afectam o balanço energético é no caso da natação. Durante anos, as pessoas pensavam que a natação na verdade nos torna gordos. Apareceram todo o tipo de teorias como “Faz reter uma camada de gordura para isolamento, como as focas”. Hoje em dia, as pesquisas mais recentes mostram que a natação é um exercício para queima de gordura perfeitamente bom, excepto numa coisa: A natação, especialmente em água fria, aumenta o apetite de forma dramática.

As estações do ano também afectam os seus níveis de actividade. Uma investigação realizada com pedómetros pubicada no Journal Medicine of Science Sports and Exercise revelou uma enorme diferença entre a quantidade de passos que dá entre o Verão e Inverno.

7616 passos por dia no Verão, 6293 passos por dia no Outono, 5304 passos por dia no Inverno e 5850 passos na Primavera.

A maioria das pessoas atribuem a culpa pelo aumento de peso ao Inverno, mas a causa do aumento de peso não é apenas as festas do Natal e da passagem de ano, mas sim também a menor actividade física no Inverno.

Tem de manter o seu programa de treino e de nutrição durante o Inverno, caso contrário…

Embora os estudos tenham revelado que o ganho de peso seasonal seja usualmente muito pequeno, é o tipo de aumento de peso que passa despercebido. Durante um período de 10, 15 ou 20 anos, é o suficiente para acumular e originar excesso de peso ou obesidade.

Por isso é que muitos homens e mulheres acordam numa manhã nos seus 40 ou 45, vêm-se ao espelho e perguntam as si mesmas, “Como fiquei tão gorda/o?” A resposta é: apenas mais meio ou um quilo por anos, após cada inverno, que passou despercebido.

Para se manter com o peso ideal durante todo o ano, você terá de se manter alerta em relação ao aumento do apetite e diminuição do nível de actividade. Isto é um estilo de vida para todo o ano! Mantenha-se activo, seja diligente com a sua nutrição, mantenha-se realista e se sofrer aumento de peso, perca-o rapidamente!

0 comentários:

Postar um comentário

Online Users
Central Blogs
Top Sports blogs

Redes Sociais

Twitter Facebook Delicious Digg Stumbleupon Favorites